segunda-feira, 7 de abril de 2008

O Zeppelin


Os balões dirigíveis conhecidos como Zeppelin, foram criados pelo alemão Ferdinand Von Zeppelin, seu primeiro dirigível o LZ1, tinha 128 metros de comprimento por 12 metros de diâmetro, dois motores de 16hp, armazenando grande quantidade de gás, tendo feito o primeiro vôo em 2 de julho de 1900.
A partir de 1930 os dirigíveis iniciaram as escalas no Jequiá, bairro do Recife em Pernambuco, encerrado suas atividades em 1936. O primeiro pouso aconteceu em 22 de maio de 1930, inaugurando a primeira linha de transporte aéreo comercial entre a Europa e o Brasil. Era o Graf Zeppelin. No local do pouso para os dirigíveis foram instaladas uma usina de gás e um pavilhão para os passageiros; a Torre de Atracação de 19 metros de altura, que fixava o dirigível no solo, ainda hoje está em pé, sendo a única do mundo. O Zeppelin levou somente 67,24 horas no seu vôo mais rápido de Friedrichshafen (Alemanha) a Recife (Brasil). Entre os dias 18 e 21 de setembro de 1932. O dirigível Hindenburg (LZ 130) oferecia cabines de luxo para 72 passageiros. O dirigível Zeppelin (LZ 127) transportou ao todo 3.360 passageiros entre a Europa e América do Sul, fazendo escala no Recife.
O transporte por dirigível terminou em 1937 quando o Hindenburg incendiou-se em New Jersey nos Estados unidos matando 35 pessoas.


Um comentário:

Franciele disse...

Eu quero passear num Zeppelin...
Muito bom Eduardo!
ADOREI!